Home Literatura Livros Musica Artes Plasticas Dança Teatro Ópera
Cinema Fotografia Saúde Integral Cultura Espiritualidade Aparições Revelações Contato

 

Qual deve ser a nossa resposta
 aos terríveis escândalos na Igreja?

__________________

Sobre a pedofilia na Igreja Católica

__________________

O Crucifixo do Haiti
que ficou intacto
__________________

Santa Margarida Maria e o carnaval
__________________
Aparições da Virgem em Medjugorje
ganha importante aliado

__________________

Vós sois o sal da Terra a luz do mundo

__________________

É possível batizar as crianças abortadas
E você pode fazer isso

__________________

A importância da Missa e da Eucaristia

__________________

5º Domingo da Quaresma – 09.03.2008

__________________

Páscoa é
Passagem para a Vida

__________________

Não Matarás

Dom Benedicto de Ulhôa Vieira

__________________

Voltar

 

Vós sois o sal da Terra a luz do mundo

Ana Lúcia Vasconcelos

 


Em três livros da Bíblia encontramos referencia a esta fala de Jesus: vós sois o Sal da Terra a luz do mundo: no Evangelho de Marcos 9, 50; em Mateus 5, 13-14 e no Evangelho de Lucas 14,34 e seguintes. No Evangelho de Mateus ele faz parte do famoso Sermão da Montanha ou As Bem Aventuranças, uma das mais belas passagens da Sagrada Escritura. Vejamos o texto: “Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele. Então abriu a boca e lhes ensinava dizendo: ‘ Bem Aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o reino dos céus! Bem Aventurados os que choram, porque serão consolados! Bem Aventurados os mansos, porque possuirão a terra! Bem aventurados os que fome e sede de justiça, porque serão saciados! Bem aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia! Bem aventurados os pacíficos porque serão chamados filhos de Deus! Bem aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus! Bem aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós. Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhes será restituído o sabor? Para nada mais serve serão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha, nem acender uma luz sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim brilhe vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus!”.

Humildade, inveja
escândalo.

No Evangelho de Marcos capitulo 9, 50, Jesus usa novamente essa expressão: sal da terra para referir-se aos seus discípulos e por extensão a todos os cristãos. Para entender o contexto das palavras de Cristo vejamos o versículo 33. “Em seguida, voltaram para Cafarnaum (Jesus andava pela Galiléia ensinando, curando). Quando já estavam em casa, Jesus perguntou-lhes” de que faláveis pelo caminho? Mas eles calaram-se porque pelo caminho haviam discutido entre si qual deles seria o maior. Sentando-se, chamou os doze e disse-lhes: “Se alguém quer ser o primeiro, seja o último de todos e o servo de todos”.
E tomando um menino, colocou-o no meio deles abraçou-o e disse-lhes: “Todo aquele que recebe a um destes meninos em meu nome, a mim me recebe; e todo o que recebe a mim, não me recebe a mim, mas aquele que me enviou”.
João disse-lhe: Mestre vimos alguém que não nos segue, expulsar demônios em teu nome e lho proibimos. “Jesus, porém disse-lhe: “não lho proibais, porque não há ninguém que faça um prodígio em meu nome e em seguida possa falar mal de mim. Pois quem não é contra nós é a nosso favor. E quem vos der de beber um copo de água porque sois de Cristo, digo-vos em verdade, não perderá a sua recompensa. Mas todo que fizer cair no pecado a um destes pequeninos que crem em mim, melhor lhes fora que uma pedra de moinho lhe fosse posta ao pescoço e o lançassem ao mar!”
“Se a tua mão for para ti ocasião de queda, corta-a; melhor te é entrares na vida aleijado, do que tendo duas mãos, ires para a Geena, para o fogo inextinguível onde o verme não morre e o fogo não se apaga. Se o teu pé for para ti ocasião de queda, corta-o; melhor te é entrares coxo na vida eterna do que, tendo dois pés, seres lançado a Geena do fogo inextinguível, onde o verme não morre e o fogo não se apaga. Se o teu olho for para ti ocasião de queda, arranca-o; melhor te é entrares com um olho de menos no reino de Deus, do que, tendo dois olhos, seres lançado a Geena do fogo, onde o seu verme não morre e o fogo não se apaga. Porque todo o homem será salgado pelo fogo. O sal é uma boa coisa; mas se ele se tornar insípido, com que lhe restituireis o sabor? Tende sal em vós e vivei em paz uns com os outros”.

Qualidades dos
verdadeiros discípulos

Finalmente em Lucas, podemos ler a terceira referencia a esta imagem: sal da terra, quando no capítulo 14, 25, Jesus fala das qualidades dos seus verdadeiros discípulos. Vejamos o trecho: “Muito povo acompanhava Jesus. Voltando-se, disse-lhes: “Se alguém vem a mim e não odeia seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos, suas irmãs, sim, até sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E quem não carrega a sua cruz e me segue, não pode ser meu discípulo. Quem de vós querendo fazer uma construção, antes não se senta para calcular os gastos que são necessários, a fim de ver se tem com que acabá-la? Para que, depois que tiver lançado os alicerces, não puder acabá-la, todos os que o virem não comecem a zombar dele, dizendo: Este homem principiou a edificar, mas não pôde terminar. Ou qual é o rei que, estando para guerrear com outro rei, não se senta primeiro para considerar se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil? De outra maneira, quando o outro ainda está longe, envia-lhe embaixadores para tratar da paz. Assim, pois, qualquer um de vós que não renuncia tudo o que possui não pode ser meu discípulo. O sal é uma coisa boa, mas se ele perder o seu sabor, com que o recuperará? Não servirá nem para a terra nem para adubo, mas lançar-se-á fora. O que tem ouvidos para ouvir que ouça”.

Interpretando a palavra

Comentando estes trechos da Sagrada Escritura, o padre Oswair Chiozine, 66, claretiano, que foi pároco da Igreja do Rosário em Campinas em 2001, acredita que também nós devamos ser sal, dentro da sociedade. ”Devemos fazer”, ele diz, “com que nossa presença e nossas atividades tenham o efeito que o sal tem para a comida, ou seja, como ele preserva o sabor do alimento, devemos, com nossas atitudes, preservar os valores. Devemos ser luz para iluminar o ambiente para que possamos nos encontrar e também impedir que alguém tropece.”
Enfim, essa palavra de Jesus, ele diz, deve ter aplicação na nossa vida prática, que a nossa presença não passe despercebida na nossa caminhada no mundo, mas contribua com sua fôrça. “Assim como o sal preserva a vida dos alimentos devemos preservar a vida no mundo”. E terminou dizendo que ele imaginava que este site Sal da Terra luz do Mundo “pretenda iluminar o caminho de muitos, e como o sal, preservar os bons costumes e valores nos quais acreditamos”.
Pois é exatamente o objetivo deste site: iluminar o caminho das pessoas, preservar valores de humanidade, de cultura, de amor à arte, de fraternidade, de harmonia, de paz, de alegria neste mundo tão precisado deles. Lembrar às pessoas que existem outras possibilidades de vida além dessa rotina que se podem ver nos jornais, revistas e programas de tv: não só de escândalos vive a sociedade, mas de beleza, de felicidade, de solidariedade. E que é possível realizar isso, se quisermos que estas, não sejam apenas belas palavras, impressas no papel ou nas telas dos micros dos internautas que estão lendo esta matéria.

Leia mais sobre este Sermão aqui:

http://www.cantalamessa.org/pt/


 

 


 

 

 

 

 

 

Jornalista Ana Lucia Vasconcelos

Web designer-Edson Souza